Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Reforma Ortografica


 O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa objetiva unificar e simplificar o uso do português nos países que falam e escrevem a língua. Além do Brasil e Portugal, as mudanças também atingem Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.
A unificação do português utilizado no Brasil e nas outras sete nações vai garantir maior visibilidade ao idioma, que atualmente é a sétima língua mais falada no mundo, ficando atrás apenas dos idiomas chinês, hindi, inglês, espanhol, bengali e árabe.
    Criado em 1990, após a decisão de representantes das oito nações em simplificar a grafia e unificar as regras, o acordo só entrou em vigor em 2009 após a ratificação dos termos da proposta por três países, que só ocorreu em 2006.
As regras do acordo foram estabelecidas pelo o decreto de No. 6583, publicado em 29 de setembro de 2008, que promulgou no Brasil o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.
O Acordo é resultado de uma negociação longa entre a Academia de Ciências de Lisboa e a Academia Brasileira de Letras, que teve início da década 80.
     Até dezembro de 2012, os países terão que se ajustar às novas regras. Nesse período, serão consideradas corretas as duas formas ortográficas.


Leia mais: http://www.reformaortografica.net/category/acordo-ortografico/#ixzz1bnCoyHEF



     O Acordo inseriu mais três letras no nosso alfabeto. Ao invés de 23 letras, agora o alfabeto conta com 26, com a incorporação do K, W e o Y.







Leia mais: http://www.reformaortografica.net/category/mudancas/alfabeto/#ixzz1bnFxg89s

Nenhum comentário:

Postar um comentário